TRUCULENCIA E AUTORITARISMO É TEMA DE RECLAMAÇÕES NAS RUAS DE SÃO JOSÉ DO BELMONTE

 *Coronelismo em Belmonte: Em ato de desespero, gestor pconvoca contratados *para reunião de urgência em período eleitoral*


O Salão Paroquial foi o local escolhido pelo gestor municipal, nessa sexta-feira, 2 de outubro, para cobrar aos contratados da rede municipal. Os profissionais da área da saúde foram convocados pela gestão municipal para uma reunião, e eles atenderam ao chamamento. Mal sabiam o que os aguardava no ambiente que, propositalmente, teve a cor do partido, o azul, aderida pelo gestor, desde a eleição passada, como escolhida, tanto na toalha que adornava a mesa, como na camisa que ele vestia.


Ao se sentir ameaçado de que poderá perder a eleição, ao discursar durante o ato, o gestor destacou os méritos de sua administração e as iniciativas em favor da política pública em saúde básica. Porém, sonhando com mais quatro anos de mandato, não perdeu a viagem. Prometeu que, se reeleito, irá manter todos os contratados na folha de pagamento da prefeitura. Pediu votos, tudo de forma muito sutil para driblar a legislação eleitoral.


O que chama a atenção – e a cidade toda comenta – é que o gestor  sempre disse que só iria doar quatro anos de sua vida para o município. Só que mais uma vez ele segue sua frase de vida "FAÇA O QUE EU DIGO MAS NÃO FAÇA O QUE EU FAÇO".


Mesmo tendo uma grande assessoria jurídica, nesse caso, podemos dizer que esqueceram de informar as regras mais elementares sobre responsabilidade fiscal e legislação eleitoral, que estão entre as principais lições da cartilha dos gestores.


O gestor sabia e sabe de suas obrigações, direitos e deveres. Tem consciência de que não poderia utilizar o seu papel quanto gestor, para cobrar apoio político para reeleição, para pedir votos e condicionar o preenchimento de cargos no futuro ao apoio eleitoral.


A população continua comentando, perplexa, o desespero com que o chefe do executivo se atira na frente dos holofotes para chamar a atenção e faturar politicamente. Deduzem os Belmontenses que essas atitudes denotam o incômodo que o gestor está sentindo diante de seu maior concorrente, o candidato a prefeito Zeca e sua Vice Vera de Seu Né, que a cada dia avançam na preferência das intenções de voto.






Blog do Nildo Menezes f.999320401 watszap denúncias e sugestões 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PT PERDE COMPLETAMENTE ESPAÇO EM TODAS AS CAPITAIS DO BRASIL E JÁ É UMA AMEAÇA DE INSISTÊNCIA DA SIGLA

  Derrota amarga! PT fica sem nenhuma capital pela 1ª vez  Duro golpe escancara perda de relevância do partido (PT) na política brasileira, ...